Covid-19: Casos e óbitos diminuem mas números ainda são críticos

Boletim da Fiocruz aponta uma diminuição nas taxas de ocupação de leitos de UTI por adultos infectados pelo novocoronavírus

Fiocruz aponta diminuição na taxa de ocupação de leitos UTI
Apesar da diminuição das taxas de casos, óbitos e ocupação de leitos de UTI, a situação ainda é crítica - Foto: Agência Saúde

Conforme o boletim extraordinário da Fiocruz, tanto o número de casos, quanto o de vítimas fatais e de ocupação de leitos de UTI apresenta queda entre os dias 18 e 24 de abril no Brasil. No entanto, a situação ainda é crítica e os cuidados devem ser continuados.

Em relação à taxa de ocupação de leitos, destaque para os estados de Rondônia, com redução de 94% para 85%; Acre, de 94% para 83% (ambos ainda na zona de alerta crítico); Alagoas, de 83% para 76% (saiu da zona de alerta crítico para zona de alerta intermediário); e Paraíba, de 63% para 53% (saiu da zona de alerta).

O sanitarista e membro do Observatório Covid-19 Fiocruz, Christovam Barcellos, atribui a diminuição da ocupação de leitos às medidas restritivas de isolamento social principalmente em cidades como Fortaleza, salvador, Rio de Janeiro, Porto Alegre e São Paulo.

Barcellos afirma ainda que é possível que esses números mudem um pouco porque houve um relaxamento das medidas ainda em abril e as consequências disso devem aparecer agora no mês de maio.

O pesquisador ressalta a preocupação com o público jovem porque ainda não estão vacinados e têm se exposto ao vírus, seja para trabalho ou para lazer.

Ainda de acordo com o Boletim Extraordinário do Observatório Covid-19, a taxa de letalidade do coronavírus aumentou, passando de 2% no final de 2020, para 3% em meados de março. Na última semana epidemiológica (18 a 24 de abril), o indicador atingiu 4,4%.

Fonte: Brasil 61

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments