Covid-19: Falta de matéria-prima interrompe produção de CoronaVac

Apesar do atraso da China no envio de insumos para a produção da vacina CoronaVac, o Instituto Butantan tem 2,5 milhões de doses envasadas

Vacina CoronaVac
O instituto Butantan aguarda nova remessa de insumos na próxima semana

O Instituto Butantan precisou para a produção da vacina CoronaVac em São Paulo por falta de matéria-prima vinda da China. O país atrasou o envio do insumo e todo o material recebido já foi utilizado.

Dimas Conas, presidente do Butantan, informou em entrevista coletiva que uma neva remessa de Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) deveria chegar esta semana mas só desembarcará no Brasil semana que vem.

No entanto, a Instituição informou nesta quarta-feira (07/04) que cerca de 2,5 milhões de doses já estão envasadas e aguardam somente o teste de qualidade para serem enviadas ao Programa de Imunização Nacional, o que deve acontecer a parir da próxima segunda-feira (12/04).

O Brasil contabiliza 2.033.734 primeiras doses de vacinas aplicadas e 620.340 pessoas totalmente vacinadas, conforme a página criada pelo governo federal para acompanhamento da imunização nacional contra a Covid-19.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments