Provável reforço do Corinthians, Jô não faz gol desde o ano passado

Artilheiro do Campeonato Japonês no ano de estreia, provável reforço pro ataque do Corinthians, Jô caiu muito de rendimento em 2019. Veja.

Artilheiro do Campeonato Japonês no ano de estreia, provável reforço pro ataque do Corinthians, Jô caiu muito de rendimento em 2019. Veja.
Artilheiro do Campeonato Japonês no ano de estreia, provável reforço pro ataque do Corinthians, Jô caiu muito de rendimento em 2019. Veja.

Perto do retorno ao Corinthians, o atacante Jô, de 33 anos, não faz um gol desde 8 de setembro de 2019. A temporada passada não foi das melhores para um dos centroavantes da seleção brasileiro na Copa de 2014. A queda de rendimento em relação ao ano de estreia foi brutal.

Em 2019, Jô fez apenas seis gols pela Liga do Japão e outros dois pela Copa nacional. O atacante chegou a ficar 12 jogos sem balançar as redes. Depois do último gol, em setembro, foram mais nove jogos de jejum.

Os números são bem inferiores aos do primeiro ano de Jô na Terra do Sol Nascente. Em 2018, foram 24 gols nas mesmas 37 partidas. O triplo do marcado no ano seguinte. Em sua primeira temporada, Jô foi artilheiro do campeonato japonês. Em 2020, lesionado no joelho, Jô perdeu a pré-temporada e ficou fora da única rodada antes da parada da liga local por conta da pandemia de covid-19.

Análise

“Pelo menos no primeiro ano ele correspondeu e foi de longe o jogador mais importante e decisivo da equipe. Jô foi artilheiro do Japonês na temporada 2018 e com méritos foi eleito para a seleção do campeonato. O Nagoya Grampus, porém, passou a maior parte do ano fugindo do rebaixamento e só escapou da queda na última rodada”, escreveu Tiago Bontempo, do blog Futebol no Japão, do portal GloboEsporte.com.

“Em 2019, a diretoria qualificou o elenco e parecia que a temporada seria bem diferente. O Nagoya chegou a liderar a J.League e sonhou com título nas primeiras rodadas, mas foi só fogo de palha. Por um lado, o time evoluiu em quase todos os setores e teve mais destaques individuais, mas empacou na queda de rendimento de Jô. O centroavante fez cinco gols nas primeiras 11 rodadas, mas depois disso só balançou as redes mais uma vez nos 21 jogos restantes de que participou. Chamou a atenção a grande quantidade de chances desperdiçadas. Era como se ele tivesse perdido de repente seu faro de artilheiro. O último gol dele pela J.League foi em agosto de 2019”, completou Bontempo.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments