Universidade Federal do Rio pode fechar por corte de verbas do Governo

UFRJ tem verba bloqueada e cortes no orçamento prejudicam o desenvolvimento de vacinas contra a Covid-19 em andamento na Instituição

Universidade do Rio de Janeiro pode fechar as portas em julho deste ano
UFRJ tem cortes de verbas e corre o risco de fechar as portas mesmo reconhecida como uma das melhores do mundo - Foto: Reprodução

Mesmo com o nome de “Universidade do Brasil”, considerada centro de excelência de pesquisa da América Latina e presente na lista de uma das melhores do mundo, a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) corre o risco de encerrar as atividades e fechar as portas no mês de julho.

Isso em decorrência da dificuldade financeira pela qual passa a renomada Instituição, relatada em um artigo enviado ao jornal O Globo na semana passada, escritos pela reitora Denise Pires de Carvalho, e pelo vice-reitor Carlos Frederico Leão Rocha para alertar à população e a imprensa sobre os cortes de verba promovidos pelo Governo Federal no orçamento da Universidade.

De acordo com a UFRJ, o governo bloqueou R$41,1 milhões somente no último dia 29 de abril. Para 2021 o orçamento para a Universidade era de R$299 milhões, no entanto, somente R$146,9 milhões foram liberados e desses, R$65,2 milhões já foram utilizados. O restante, R$152,2milhões aguardam aprovação do Congresso Nacional e segue sem data para apreciação.

A reitora, Denise Carvalho afirma que, em tempos de pandemia, o que se esperava era um aumento das verbas e não uma diminuição, visto que os Centros de Pesquisas das Universidades Federais estão trabalhando no combate contra a Covid-19. Na UFRJ estão sendo desenvolvidas e testadas duas vacinas contra a doença e o corte de verbas compromete o andamento do processo.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments