Bob Marley: Há 40 anos o mundo se despedia do ícone do Reggae

Registrado como Robert Nesta Marley, consagrou-se como ícone do reggae mundialmente conhecido como Bob Marley

Há 40 anos morria Bob Marley, considerado ícone do Reggae

 “É fácil perceber que as pessoas aqui têm ritmo, tem bossa, não só no andar, no falar, mas no próprio interesse demonstrado pela música em qualquer de suas manifestações. Eu gostaria, realmente, de ter uma oportunidade de um relacionamento mais profundo com esse povo”, estas são palavras ditas por Bob Marley sobre o Brasil em entrevista durante uma vista de dois dias ao país e que está estampada no Estadão.

No entanto, cerca de um ano depois, o “profeta do reggae” saiu de cena. Morreu em 11 de maio de 1981 aos 36 anos no auge da carreira, em Miami em decorrência do agravamento de um tipo raro de câncer de pele.

Em sua chegada ao mundo foi registrado como Robert Nesta Marley mas se consagrou nele como Bob Marley. Suas letras, melodias, gingado, voz e postura únicos fizeram dele uma lenda viva do reggae.

Bob Marley vendeu mais de 75 milhões de discos e popularizou o reggae a nível mundial. Em suas composições sempre tiveram um perfil político, a luta pelo fim do racismo, questionam por justiça social que fizeram dele um símbolo de resistência negra, além de tratar sobre espiritualidade.

Outra paixão do artista era o futebol. Sempre que podia reunia amigos para jogar bola e era conhecido por torcer para vários times jamaicanos, terra onde nasceu e para onde pretendia voltar para morrer perto dos seus, mas que a doença impediu.

Bob Marley deixou onze filhos biológicos e duas enteadas que ele adotou.

Publicação do Estadão durante a visita de Bob Marley ao Brasil em 1980
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments